sábado, 7 de julho de 2012

ARTE RUPESTRE x GRAFITE


·         Arte Rupestre é o mais antigo tipo de arte da história, teve início no período Paleolítico Superior. As principais obras eram desenhos e pinturas, tendo como tela as paredes e tetos de cavernas. Eram representados, principalmente, animais selvagens, linhas, círculos e espirais. Seres humanos eram mais representados em situações de caça. Ossos, pedras e madeiras eram utilizados em esculturas.

No Brasil, os desenhos de diferentes épocas sugerem rituais, cenas de sexo, animais, cenas de luta ou mesmo representações geométricas. No território brasileiro existem vários sítios de arte rupestre pré-histórica: Parque Nacional da Serra da Capivara em São Raimundo Nonato (Piauí),Parque Nacional Sete Cidades (Piauí),Cariris Velhos (Paraíba),Lagoa Santa (Minas Gerais),Rondonópolis (Mato Grosso),Peruaçu (Minas Gerais),entre outros.

Diferente do que ocorre em outros países, a arte rupestre brasileira não é preservada devidamente. Apesar de tratar-se de um patrimônio histórico (ou pré-histórico) o descuido, queimadas, a ação de empresas de mineração, e as depredações típicas de turistas (como carregar lembranças) e dos pichadores (vândalos), é uma ameaça a esse patrimônio de valor inestimável.

·         Grafite é o nome dado às inscrições feitas em paredes, desde o Império Romano. Considera-se grafite uma inscrição caligrafada ou um desenho pintado ou gravado sobre um suporte que não é normalmente previsto para esta finalidade.Por muito tempo visto como um assunto irrelevante ou mera contravenção, atualmente o grafite já é considerado como forma de expressão incluída no âmbito das artes visuais, mais especificamente, da street art ou arte urbana - em que o artista aproveita os espaços públicos, criando uma linguagem intencional para interferir na cidade. Entretanto ainda há quem não concorde, equiparando o valor artístico do grafite ao da pichação, que é bem mais controverso. Sendo que a remoção do grafite é bem mais fácil do que o piche.


# Comparando essas duas fases da arte, percebemos então a evolução do pensamento do homem. No caso da arte Rupestre percebemos que os desenhos representavam fatos ocorridos durantes aqueles dias e também planos de caças feitos pelos homens da cavernas. Já no caso do Grafite, vemos os desenhos como uma forma de lazer, mais também uma forma de expressar o cotidiano vivido ou não pelo artista.


http://www.youtube.com/watch?v=DOkd6td3Cn8&feature=related

Um comentário:

  1. interessante, o grafite pode ser considerado uma "continuação" da arte rupestre, pois ambas as formas artísticas tem com objetivo expressar o cotidiano.

    ResponderExcluir